segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

2016: o meu ano literário em revista


No ano de 2016 conheci 26 novos autores: Loretta Chase, Jennifer Haymore, Luize Valente, Lee Child, Elizabeth Edmonson, Bridget Asher, Johanna Lindsey, Sandra Brown, Jude Deveraux, Colleen McCullough, Natasha Solomons, Liz Fenwick, Sebastian Cole, Bella Andre, Louisa May Alcott, Jane Austen, Jo Baker, Amanda Hocking, João Pinto Coelho, Audrey Carlan, Catherine McKenzie, C. W. Gortner, Alberto S. Santos, Annie Murray e Sarah MacLean.

Adorei os livros de Loretta Chase: "Sedução de Seda" e Sonho de Cetim", apaixonei-me por Jude Deveraux e pela sua saga "Edilean" e gostei bastante dos livros históricos de C. W. Gortner com destaque para "O Juramento da Rainha" sobre Isabel de Castela.

Dos autores que já conhecia, adorei "Ligeiramente Indecente" de Mary Balogh, "Perto do Paraíso" de Judith McNaught, "A Maldição do Rei" de Philippa Gregory e "O Segredo Mais Bem Guardado" de Jeffrey Archer. Voltei a Danielle Steel que superou as minhas expectativas com "Mistérios do Sul" e "Feliz Aniversário". Elizabeth Adler supreendeu-me pela positiva com "Sombras de Paixão" e Lesley Pearse foi arrebatadora com o seu "Confia em Mim". Destaque ainda para a saga "Quarteto de Noivas" de Nora Roberts, divertida e muito interessante, para a saga "The Rules of Scoundrels" de Sarah McLean, para Julia Quinn com "A Caminho do Altar" e para a portuguesa Carla M. Soares com "O Cavalheiro Inglês". 

Os melhores livros do ano, para mim, foram "Confia em Mim" de Lesley Pearse", "Sedução de Seda" de Loretta Chase e os livros de Danielle Steel a par do "Quarteto de Noivas" de Nora Roberts.

Em sentido inverso, não gostei nada de "Longbourn" de Jo Barker que considerei aborrecido e "O Olhar do Amor" de Bella Andre que não tem grande história, apenas cenas eróticas. "Uma Obsessão Indecente" de Colleen McCullough também não me convenceu, é um livro denso que se torna algo chato.

Li 13 livros da estante (o desafio era ler 10), menos 5 do que tinha lido no ano passado. Relativamente ao desafio comprar menos que deixou de ser apenas "comprar um máximo de 2 livros" para passar a ter uma alternativa que era "não gastar mais de 20€ em livros", consegui atingi-lo em 7 meses do ano (mais 3 do que no ano anterior). Isso só foi possível porque tentei comprar menos e também porque passei a virar-me mais para os ebooks. De salientar que, em termos de gastos, gastei em livros cerca de metade do valor que tinha gasto em 2015 o que já foi um passo importante.

Em 2016 comprei um total de 24 livros, menos 12 do que no ano anterior e li um total de 60 livros, dos quais 35 foram em ebook, sendo já ligeiramente mais de metade das leituras do ano. Não li nenhum livro de não ficção.

Em geral posso dizer que foi um ano de leituras variadas e de vários autores: passei pelo romance, pelo erótico, pelo romance histórico, pelo thriller e pela fantasia. Li até um livro um pouco mais pesado que foi "Perguntem a Sarah Gross" de João Pinto Coelho.

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Leituras - Junho e Julho de 2016

Em Junho li 3 livros, 1 deles de uma nova autora: Jo Baker.

Li "Longbourn" de Jo Baker logo após ter lido "Orgulho e Preconceito" mas não gostei muito do livro, acheio-o fraco e sem muito interesse.


Segui depois para "A Outra Rainha" de Philippa Gregory da série Tudor que achei muito interessante mas gosto mais da visão da rainha Mary na série "Reign". Da mesma autora li também o último livro de "A Guerra dos Primos": "A Maldição do Rei", um livro interessante mas com um protagonista louco que hostilizava tudo e todos.

Li então 3 livros em Junho, todos eles em formato físico. 

Em Julho li 6 livros, 5 deles de novos autores, 3 dos quais são uma trilogia.

Comecei por "O Segredo Mais Bem Guardado" o 3º espectacular livro da saga Clifton de Jeffrey Archer que, mais uma vez, valeu bastante a pena e que tem um final que nos deixa completamente em suspenso!

Li "Perguntem a Sarah Gross" do português João Pinto Coelho, um livro forte e tenebroso mas que ficou uns furinhos abaixo da minha expectativa pois li que, para muitas pessoas, era o melhor livro de sempre, opinião que não compartilho. Acabei o mês com um livro erótico, género que não aprecio muito mas li tão bem sobre este "A Rapariga do Calendário" de Audrey Carlan que me decidi a pegar-lhe. Foi interessante mas não fiquei rendida à série.


Peguei (finalmente!) na série Trylle de Amanda Hocking: "Trocada", "Dividida" e "Rainha", uma série YA de fantasia com uma premissa interessante mas que peca um pouco no seu desenvolvimento e até no seu final algo apressado. No entanto, é uma série divertida e interessante que recomendo.

Li então 6 livros em Julho, 3 deles em ebook e 3 em formato físico. 

domingo, 15 de janeiro de 2017

Novidades que gostava de ter na estante - Janeiro 2017


Ligeiramente Perigoso - Mary Balogh
Lançamento previsto: 23 de Janeiro

Wulfric Bedwyn, duque de Bewcastle, é um lobo solitário. A única coisa que o leva a aceitar o convite para uma festa privada é a expectativa de uma noite calma entre velhos amigos. Não contava encontrar mulheres, a grande maioria à caça de… um duque. E contava muito menos que o seu olhar se detivesse na única que não manifesta qualquer interesse por ele.

Christine Derrick é viúva e não tem paciência para jogos. Além disso, não está minimamente interessada em ser amante do gélido Wulfric. Mas as circunstâncias acabam por juntá-los em várias ocasiões, e a verdade é que a atração entre ambos é inegável. A personalidade efervescente e ousada de Christine surpreende o duque, e desperta nele um sentimento inédito. Agora, apenas o amor satisfará a ânsia que o consome…

O derradeiro volume da inesquecível saga Bedwyn é uma imperdível história de desencanto, amor e redenção. O desfecho perfeito para uma série inesquecível!
 
Máscaras ao Luar - Jude Deveraux
Lançamento previsto: 24 de Janeiro

Sophie Kincaid está a passar por um momento difícil. 
Foi abandonada pelo noivo e a sua carreira de escultora está num impasse. Felizmente, a sua amiga Kim parece ter a solução: basta que Sophie se mude para Edilean. Kim acredita que a pequena povoação é o Paraíso na Terra. Mas a experiência de Sophie vai assemelhar-se mais a uma descida ao Inferno. Para começar, o seu carro avaria, e quase é atropelada por um condutor em excesso de velocidade. Sophie resolve então levar a cabo uma pequena e criativa vingança contra o motorista, que é nada menos do que… o seu novo empregador.
E o Dr. Reede Aldredge bem merece ser castigado. Quanto mais não seja pelo seu temperamento amargo e modos rudes, conhecidos de toda a vila.Mas apenas ele sabe os motivos que o levam a agir assim. A fogosa Sophie, porém, fá-lo rir… algo que não acontecia há muito tempo. A química entre eles é palpável. A tensão também. Afinal, ambos têm segredos a esconder. 

Quando, sob o luar de Edilean, partilham um momento de pura magia, algo parece mudar… Porém, até os habitantes da vila já perceberam que nada é simples para aqueles dois. Conseguirá a magia sobreviver à luz implacável da manhã, ou transformar-se-á em apenas mais uma memória embaraçosa?

Lucrécia Bórgia - A Princesa do Vaticano
C. W. Gortner
Lançamento previsto: 23 de Janeiro

A infâmia é um veneno que nos corre no sangue…
É o preço a pagar por sermos Bórgias.

C. W. Gortner revela-nos a história fascinante de uma das mais poderosas famílias do Renascimento, que dominou a política e a sociedade da época. Movidos por uma sede desenfreada de poder, os Bórgias cometeram os pecados mais cruéis, tornando-se sinónimo de intriga, perfídia e delito.

Conseguirá a jovem princesa fugir ao destino fatal que lhe foi imposto à nascença pelo seu sangue Bórgia?
Com a controversa eleição de Rodrigo Bórgia como papa Alexandre VI, os Bórgias alcançam uma posição privilegiada na corte papal, dando início a uma nova era na cidade eterna. Mas Roma acaba por revelar-se tão encantadora quanto perigosa.

Perante a ameaça de uma invasão francesa, Rodrigo, pai da jovem e inocente Lucrécia, é obrigado a casá-la com um adversário poderoso, tornando-a um mero peão num perigoso jogo de poder. Contudo, quando as acusações escandalosas de assassinato e incesto de que Lucrécia é alvo ameaçam aqueles que ama, somente a sua astúcia e inteligência a poderão salvar.

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Aquisições - Junho 2016

Estes mês adquiri 5 novos livros, a maioria livros que faziam parte da minha wishlist há já bastante tempo.

Comprei "A Torre dos Espinhos", de Juliet Marillier, uma das minhas autoras favoritas, porque o encontrei a bom preço, ainda antes de ter o 1º volume da trilogia "O Lago dos Sonhos"... agora tenho de encontrar o 1º livro antes de poder ler este!!!

"A Maldição do Rei" é o novo livro da série "A Guerra dos Primos" de Phlippa Gregory e claro que tinha de o trazer cá para casa. Mais uma boa aquisição.


Adquiri ainda um livro de Sarah Lark sobre o qual tenho muita curiosidade "A Ilha das Mil Fontes" o 1º livro de uma nova saga, só fico na dúvida é se foi uma boa aquisição por causa do tamanho... não sei se não teria feito melhor em comprar o ebook já que o livro é enorme e pesado!

Vieram ainda cá para casa mais dois livros de C. W. Gortner, ainda antes de ter lido qualquer um deste autor! Comprei "A Vingança dos Tudor", o único que me faltava da série Tudor e "O Juramento da Rainha" que descobri que é sobre Isabel de Castela e não Isabel de Inglaterra. Foi uma descoberta agradável pois não há muita ficção histórica sobre a monarquia espanhola, muito menos ao estilo incontornável de Philippa Gregory e C. W. Gortner. Entretanto já li este livro e adorei.

Comprei então um total de 5 livros, todos em formato físico.

sábado, 10 de setembro de 2016

Confia em Mim, Lesley Pearse - Lançamento


Lançamento a 20 de Setembro

Lesley Pearse é uma das minha autoras favoritas e, tal como os seus outros livros, esta deve ser uma história arrebatadora.

Sinopse: As irmãs Dulcie e May têm uma vida perfeitamente normal em Inglaterra… até ao dia em que o pai, por acidente, mata a mãe. Quando ele é condenado a uma pena por homicídio involuntário, as duas meninas ficam sozinhas no mundo.É no orfanato que as irmãs percebem o verdadeiro significado da palavra crueldade. Mas a promessa de uma "vida melhor" na Austrália enche-lhes o coração de esperança… Infelizmente, a realidade reserva-lhes mais um duro golpe.
Será apenas muito mais tarde, ao conhecer o jovem Ross, também um "sobrevivente" dos orfanatos, que Dulcie tem um vislumbre da felicidade. Mas após uma vida a ouvir tantas promessas vãs, terá ela a força de espírito para confiar em alguém a ponto de lhe entregar o seu coração? E conseguirá ainda salvar May das garras de um destino trágico?

Baseado em factos reais, Confia em Mim podia ser a história de milhares de crianças vulneráveis, arrancadas aos seus lares e aos entes queridos em meados do século passado. Com a ternura a que já nos habituou, Lesley Pearse retrata a chocante realidade da migração infantil, bem como as marcas duradouras que deixa nas suas vítimas.

domingo, 7 de agosto de 2016

Espectáculo luminoso "As Caras de Lisboa" no Terreiro do Paço


O espectáculo tem entrada livre e decorre todos os dias, de 5 a 14 de Agosto, com três sessões diárias: 21h45, 22h30 e 23h15.

"As Caras de Lisboa" é um espectáculo de videomapping em que, ao longo da fachada do Arco da Rua Augusta, são projectadas histórias, personagens, locais e momentos da cidade de Lisboa durante 15 minutos.

Mais informações na notícia do Público.

terça-feira, 26 de julho de 2016

Leituras - Maio de 2016

Em Maio li 5 livros, 4 deles de novos autores: Sebastian Cole, Bella Andre, Louisa May Alcott e Jane Austen.

Comecei por ler um livro que tinha há cerca de 2 anos na minha estante "Uma História de Amor Eterno" de Sebastian Cole, um livro que fez furor quando foi publicado por cá e que acabou por ser um bela surpresa embora, muitas vezes, acabe por ser um livro triste. Segui depois para "O Olhar do Amor" de Bella Andre, um livro de que não gostei e do qual as últimas páginas foram lidas apenas na diagonal. Pensei que seria um romance levezinho, que é, mas tem demasiada carga erótica e não é o meu estilo até porque, a meu ver, cai um bocadinho no vulgar.


Li ainda "A Sombra do Teu Sorriso" de Mary Higgins Clark, um livro de suspense/ crime que não desiludiu. Segui depois para dois clássicos da literatura que já tinha há algum tempo na estante.

O 1º foi "Mulherzinhas" de Louisa may Alcott e é um livro interessante mas claramente para ser lido numa idade mais tenra, não tem a intemporalidade de um "O Princepezinho" nem me parece que existam aqui várias camadas para serem descobertas em várias idades. Segui para "Orgulho e Preconceito" de Jane Austen, um clássico que me encheu mais as medidas. E a minha edição é tão linda!!!


Li então um total de 5 livros durante o mês de Maio, todos eles em formato físico. Andei a tentar despejar um pouco as estantes e ajudou que nenhum destes livros seja muito grande/ pesado.

sábado, 23 de julho de 2016

Frases de um livro - frases da vida #26

"A memória de um homem tem as suas cicatrizes, meu amigo - sussurrou Wlodek, olhando o vazio. - Há que aprender a viver com elas.”
de "Perguntem a Sarah Gross", João Pinto Coelho 

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Aquisições - Abril 2016

Este mês adquiri 3 livros, dois deles que nunca li e outro que tinha lido em ebook mas que queria que fizesse parte da minha estante.

"A Outra Rainha" é o último livro da Saga Tudor de Philippa Gregory e um dos poucos que ainda não tinha. Já o li e achei-o interessante mas gostei mais de Mary, rainha da Escócia da série "Reign" do que desta aqui retratada.


"A Estalagem de Rose Harbor" de Jude Deveraux é um livro doce que me encantou quando o li em ebook e que quis ter na minha estante desde sempre. Quando o encontrei em promoção no Continente com "leve 2 pague 1" vi a oportunidade perfeita de o trazer para casa, assim como ao livro português que já procurava há muito "Encontro em Itália" de Liliana Lavado.

Em Abril, adquiri então 3 novos livros para a minha estante.

terça-feira, 12 de julho de 2016

Livros que deixaram a minha estante #8

Nos últimos tempos deixaram a minha estante 3 livros: "O Olhar do Amor", "A Partir deste Momento" e "A Chave de Salomão".

Os livros de Bella Andre: "O Olhar do Amor" e "A Partir deste Momento" foram livros que só li o 1º e não gostei, tendo lido a parte final final apenas na diagonal. Nem me dei ao trabalho de ler o 2º livro livro, não são o meu estilo, o que gosto de ler, pelo que procurei para eles uma nova casa que os tratasse melhor.


Já o último livro de José Rodriges dos Santos "A Chave de Salomão" também não gostei muito, tinha demasiada informação científica, que foi colocada, muitas vezes, de forma forçada na história, o que me desagradou. Também este livro seguiu para novo dono.

Continuo a ter que dar uma volta maior às minhas estantes para libertar espaço e decidir que livros já não me fazem sentido aqui por casa.

sábado, 9 de julho de 2016

De tanto ouvir falar... #7 - Audrey Carlan

É o livro de que se fala... hot, hot... um erótico que vai fazer subir a temperatura e a estreia de Audrey Carlan.

A autora autopublicou os seus livros, um mês por livro, mas depois uma editora pegou neles e fez 4 edições, cada uma com a junção de 3 meses, tal como a edição portuguesa. É também inédita em Portugal a estratégia de lançamento desta colecção já que os 4 livros estão a ser lançados com poucos meses de diferença, por exemplo, o 1º saiu a 29 de Junho e o 2º sairá já a 20 de Julho.

As criticas são unânimes e falam de um livro que é erótico mas em que o sexo não aparece sem fazer sentido e em que há história para além dele.


Ler as pirmeiras páginas.

Comprar na Wook.

terça-feira, 5 de julho de 2016

Frases de um livro - frases da vida #25

"Recordou as palavras de Old Jack (...) qualquer pessoa pode ser um bom vencedor. A marca de um grande homem é a forma como se lida com a derrota."
de "O Segredo Mais Bem Guardado", Jeffrey Archer